– root@injetionsec:~#

O que é SCADA

02.11.2013 (11:11 am) – Filed under: Scada ::

SCADA e para controle de supervisão e aquisão de dados, refere-se a um sistema que recolhe dados I/O de varios sinais de uma fabrica,planta ou em outras localizações remotas e em seguida envias para um computador central que vai gerar os dados e controla- los

MAS O QUE E ESSA AQUISIÇÃO DE DADOS

Seria o processo onde á uma recuperação das informações do controle de equipamentos que esta com algum problema ou outra coisa, os dados assim acessados e transmitidos para um sistema podem ser transferido para outro sistema difrente.

PROCESSOS DE INFRA-ESTRUTURA

  • Telecomunicação
  • Transporte
  • Água e Controle de Residuos

PROCESSOS INDUSTRIAIS

  •  Fabricação
  •  Controle de qualidade
  •  Manutenção

FACILIDADE DE PROCESSOS

  • Oleo e Gás
  •  Eletricidade

HIERARQUIA DAS CAMADAS SCADA

quadradosss

 

 

RTU (UNIDADE TERMINAL REMOTA)

E instalada em um local remoto, para coleta de dados, os codigos de dados podem ser em um formato que e tranmissivel, os dados transmitem em um controlador master, faz a coleta de dados dos dipositivos master e implementa os processo que são do proprio master, com canais de entrada de detecção ou medição , saidad para controle de indicações ou alarmes e possuem porta de comunicação

RTUs vs PLCs

Os plc são mais usados no campo pois são mais econômicos, versáteis, flexíveis, configuráveis

HMI

Interface homem maquina, apresentando assim os dados do processo ao usuario,monitorando e controlando as operações a partir de um dispositivo mestre

Cibercriminosos aperfeiçoam – se em ataques

02.11.2013 (10:36 am) – Filed under: Noticias ::

Aumenta ano a ano o risco de ataques dos cibercriminosos em cima de vulnerabilidades já conhecidas e deixadas sem correção pelas empresas. O alerta faz parte da nova edição do X-Force 2013, relatório semestral de tendências e riscos realizado pela IBM. Não bastasse o desafio de manter a casa arrumada, os executivos-chefes de segurança da informação enfrentam o desafio cada vez maior de ampliar os seus conhecimentos e formas de proteção para combaterem com mais eficácia os novos tipos de ameaças, que chegam, especialmente, através das mídias sociais e dispositivos móveis. Para o consultor de segurança da IBM Brasil, Alexandre Freire, os criminosos buscam sempre um alvo estratégico. “Esses alvos centrais nem sempre têm políticas e soluções sólidas de segurança implementadas, e mesmo se tiverem, a oportunidade de comprometer a base de usuários vale o custo de descobrir como sobrepujá-las”, afirma. O X-Force 2013 coleta fatos de diversas fontes de inteligência, incluindo o monitoramento em tempo real de 15 bilhões de eventos de segurança todos os dias para praticamente 4 mil clientes.

Wi-Fi sem segurança I

Cerca de 34% das pessoas não se protegem ao usar pontos de acesso sem fio através das redes Wi-Fi públicas, aponta pesquisa global realizada pela Kaspersky. De acordo com a empresa, esse hábito representa um grande risco, já que muitos desses pontos de acesso têm poucos recursos de proteção para os usuários.

Wi-Fi sem segurança II

No Brasil, a realidade é parecida com a dos dados globais. Por aqui, 32% dos usuários pesquisados não tomam nenhuma providência de proteção enquanto utilizam a internet via hotspot. Além disso, 10% disseram que se sentem confiantes em fazer compras online ou usar o internet banking através de qualquer rede. Apenas 9% se preocupam em verificar o padrão de criptografia dos pontos de acesso.

O velho dilema dos call centers

Pessoas despreparadas ou tecnologia ultrapassada? Ou ainda, quem sabe, as duas opções somadas? A demanda por serviços de call centers cresce no Brasil e no mundo, ao mesmo passo que a qualidade do atendimento prestado continua sendo questionada. Uma das saídas é apostar em tecnologia. Pelo menos é o que mostra pesquisa realizada pela consultoria Boucinhas&Campos. Entre os executivos do setor de call center ouvidos, 62% apontam o investimento em tecnologia como uma das soluções atuais para obter mais eficiência nas operações. A meta deve ser a de inovar e unificar os sistemas de gestão para que as empresas viabilizem novas formas de atendimento. Os usuários agradecem.

R$ 4 milhões em licenças

uMov.me, especializada em soluções de mobilidade, vai distribuir R$ 4 milhões em licenças de aplicativos disponíveis na sua plataforma. Os vouchers dão direito a dez licenças por empresa, e a ação acontecerá de 4 a 7 de novembro, durante o Gartner Symposium ITxpo 2013, que acontece em São Paulo. A plataforma da uMov.me foi construída na modalidade de software como serviço (SaaS) e oferece soluções para automatizar atividades em campo. Já são mais de 20 mil usuários ativos. Em 2013, a companhia foi citada pelo Gartner como visionária no mercado de mobilidade e passou a fazer parte do portfólio de investimentos da Totvs Ventures.

Fonte: jcrs.uol